[Letícia Nunes] Desenvolvimento do Projeto

O projeto que está em fase de concepção encontra-se no momento em modelos de estudo no sketchup. A ideia é que por meio de espaços mais abertos e permeáveis, os pavimentos se comuniquem entre si e comuniquem com o exterior, convidando os usuários do campus a entrarem e se apropriarem do local. O Centro Livre de Artes contará, em nível térreo, com dois vestiários que possam atender tanto os usuários da sala de experimentação quanto os que vem de fora (que desejam somente entrar para ir ao banheiro, por exemplo). Ainda no térreo, encontrará-se uma sala de apoio para os equipamentos e um local para marcação de uso da sala. É desejado que haja uma comunicação da edificação com a pracinha e o teatro arena, que serão localizados ao ar livre. Os acessos estão sendo pensados de modo a criar máxima acessibilidade além de serem convidativos, logo, no primeiro pavimento, que possui um acesso pelo nível da rua, uma galeria (possivelmente de vidro) se abrirá, tomando todo o espaço quando aberta e que não impede o uso do espaço restante quando fechada. No segundo pavimento, encontra-se a sala de experimentação (dança, teatro, performance) tendo acesso por escadas internas e externas.

 Obs: Os tubos brancos no modelo do sketchup são árvores.

Advertisements

[Letícia Nunes] Referências para criação de repertório para Projeto

Após algumas pesquisas sobre Centros Culturais ao redor do mundo, separei alguns que me chamaram atenção, dentre eles se encontram o Centro de Referência a Juventude (Belo Horizonte), o projeto do Complexo Cultural Luz (São Paulo) que não chegou a ser construído, o Centro para as Artes Criativas Perry and Marty Granoff (Estados Unidos), o Palácio Das Artes (Belo Horizonte) e  o Centro Max Feffer Cultura e Sustentabilidade.

  • Palácio Das Artes (Belo Horizonte)
  • Complexo Cultural Luz (São Paulo)
  • Centro para as Artes Criativas Perry and Marty Granoff (Estados Unidos)
  • Centro Max Feffer Cultura e Sustentabilidade
  • Centro de Referência a Juventude (Belo Horizonte)

[Letícia Nunes] Centro Livre de Artes

Após a análise das demandas por meio de entrevistas, constatei uma carência de espaços para as áreas artísticas dentro da faculdade. Decidi então projetar um centro cultural, por acreditar que o acesso e a produção da arte devem ser os mais horizontais possíveis. O local deve contar com uma Galeria de Exposição para que os artistas possam exibir suas obras sem grandes burocracias (respeitando a ideia de bom uso do espaço), salas de aulas práticas que permitam a experimentação artística e a criação, além de salas para reuniões e espaços que permitam a troca de conhecimentos dentro das diferentes áreas. O ideal seria a criação de um centro de apoio para os estudantes, gerido por eles e para eles, um local onde se possa trabalhar, desenvolver projetos, fazer reuniões, descansar, cozinhar, criar eventos/vivências/workshops, etc. De tal modo, uma horta coletiva, cozinha comum e banheiros também estão inclusos no projeto inicial.

print