[Letícia Dumont] CAE- Centro de Auxílio ao Estudante

A partir de entrevistas feitas com estudantes e funcionários do campus,
questionando-os sobre suas necessidades e opiniões sobre o local, surgiram
algumas sugestões como a criação de espaços de exposição de arte, festas,
laboratórios para cursos, e críticas sobre a falta de mapas e informações, de
espaços para estudo fora das salas e a infraestrutura de alguns banheiros.
Entretanto, a principal demanda relatada foi a falta de um espaço de
convivência e socialização entre os estudantes dos diversos cursos da
faculdade, e não separados em seus respectivos prédios.

Nesse sentido, analisando os dados coletados, optei em criar um Centro de
auxílio aos estudantes, sendo esse um edifício que abrigaria algumas
necessidades requisitadas pelos alunos, como por exemplo uma sala de
estudos e outra de descanso, vestiários, enfermaria e, principalmente, um espaço
de convivência que permitiria a socialização dos estudantes de todos os
cursos, sendo esse beneficiado também pelo fato de o terreno estar localizado
perto de um dos restaurante universitários, o que atrai alunos e funcionários de todas as áreas e prédios para o local.

Dessa forma, os indivíduos que frequentam o campus poderiam usufruir de algumas necessidades que ainda faltam no local, sem receio ou timidez de entrar em edifícios de outros cursos, mas sim criando novos laços de amizades e socialização entre todos os estudantes e funcionários.

Localização no terreno:

2.png

Advertisements

[Letícia Nunes] Centro Livre de Artes

Após a análise das demandas por meio de entrevistas, constatei uma carência de espaços para as áreas artísticas dentro da faculdade. Decidi então projetar um centro cultural, por acreditar que o acesso e a produção da arte devem ser os mais horizontais possíveis. O local deve contar com uma Galeria de Exposição para que os artistas possam exibir suas obras sem grandes burocracias (respeitando a ideia de bom uso do espaço), salas de aulas práticas que permitam a experimentação artística e a criação, além de salas para reuniões e espaços que permitam a troca de conhecimentos dentro das diferentes áreas. O ideal seria a criação de um centro de apoio para os estudantes, gerido por eles e para eles, um local onde se possa trabalhar, desenvolver projetos, fazer reuniões, descansar, cozinhar, criar eventos/vivências/workshops, etc. De tal modo, uma horta coletiva, cozinha comum e banheiros também estão inclusos no projeto inicial.

print

[Elisa] Centro de Movimento Artístico

Após pesquisas de demandas, entrevistas com os usuários do Campus Pampulha e uma conversa com o Prof. Maurício, levantou-se a necessidade de um espaço cultural onde os atuantes nos vários cursos da Universidade Federal de Minas Gerais possam trocar conhecimentos, informações, experiências e ideias. Acredito que o diálogo entre os variados campos venha a criar maravilhosos e importantes resultados para a Universidade como um todo e, visto isso, elaborei o que chamei de CeMA.

O Centro de Movimento Artístico da UFMG (CeMA – UFMG) é um espaço voltado para a expressão cultural e artística da comunidade dentro da Universidade. Composto de um teatro, um salão de exposições e uma sala de dança, o CeMA é dos usuários para os usuários. Alunos, professores e/ou funcionários podem usufruir dos ambientes que proporcionam, principalmente, o movimento, seja do corpo, da voz, da mente, da criatividade ou do conhecimento.

O teatro foi pensado com o propósito de receber apresentações de todas as naturezas, até onde a natureza do espaço fechado e estruturado (e de quem o ocupar) puder imaginar e comportar. O salão de exposições foi proposto com o intuito de abrigar exposições de trabalhos, projetos e ideias vindos de todos os campos do conhecimento e da imaginação, que buscam atingir e se apresentar para os diversos outros. Em adição, a sala de dança é um espaço que visa a prática de uma das mais lindas formas de expressão do corpo, em todas as suas modalidades e além. Além disso, é um espaço aberto para outros tipos de ensaios e ocupações. Dessa maneira, o CeMA integra as distantes e divididas Faculdades distribuídas ao longo do vasto Campus, fazendo um intercâmbio de ideias e conhecimentos.

A localização escolhida para a implantação deste espaço foi a demarcada na figura abaixo devido a alguns motivos. Dentro do terreno determinado, é o local mais próximo ao complexo de prédios de Humanidades e à Escola de Belas Artes. Além disso, é um ponto cercado por árvores e com uma leve inclinação de nível – o que favorece a implantação de um teatro.

Localização