[Jéssica] Laboratório de Experimentação e Fabricação Universitário – FabLab

  • Sobre

Apesar de não ter sido uma necessidade apontada durante as entrevistas, um laboratório de experimentação e fabricação universitário seria particularmente bem aceito dentro do ambiente do campus principalmente ao se considerar o sucesso do mesmo em universidades como a Universidade de Melbourne, Universidade de Alberta e na Universidade de São Paulo. Foi inicialmente concebido como uma iniciativa educacional do MIT e encontra semelhantes inclusive dentro da Escola de Arquitetura através do LAGEAR.

Os laboratórios do tipo FabLab são plataformas de prototipagem de idéias e incentivam a criação, compartilhamento de informações e empreendedorismo de forma geral, através da disponibilização de equipamentos de fabricação digital e do trabalho coletivo entre alunos, professores e em alguns casos da população local.Em sua concepção original esses laboratórios se voltam para área de tecnologia e informática, tendo maior abrangência nas áreas de ciências exatas e especialmente engenharia, porém, no caso particular da Universidade Federal de Minas Gerais a ideia é que dentro dele se desdobrem oficinas de diversas áreas do conhecimento, desde  ateliês de artesanato até oficinas de criação de protótipos robóticos, conferindo certa liberdade aos alunos e com menos burocracia em comparação aos laboratórios já existentes e utilizados durante o período de aulas. Logo, o espaço proposto se tornaria local de troca de informações e ideias, ao mesmo tempo em que se desdobraria como local de convivência, estudo e com a possível possibilidade de integrar áreas de lazer e descanso.

O motivo que leva a crer que esse tipo de empreendimento seria amplamente usado está no fato de que a universidade, em geral, tem o costume de promover eventos que incentivam a criação e construção, sem, contudo, oferecer o local propriamente dito para que esses processos aconteçam. Além disso, os prédios próximos como o IGC e Humanidades podem apresentar interesse em determinado local devido a oportunidade de realização de experimentações próprias dessas áreas, como àquelas relacionadas ao solo (no caso do IGC) ou simplesmente por ser um ambiente propício ao estudo e investigação.

  • Local de Implantação

Dentro do terreno disponível, a ideia é que se localize de forma mais centralizada ou que seja o mais acessível possível com relação a todos os prédios do entorno, além de, inicialmente, ficar também na área mais plana e baixa da região, devido a facilidades de acessibilidade e proximidade das vias do campus.

 

Terreno.png

 

[Samantha] Espaço de Vivência

Nome do projeto: Espaço de Vivência UFMG

Justificativa:

Em decorrência do diálogo estabelecido com alunos, funcionários e frequentadores da UFMG, bem como do posicionamento do terreno, percebeu-se a viabilidade de um Espaço de Vivência, visto que o Campus abriga diferentes tipos de convívios e interações socioespaciais potencialmente estimuláveis.

Nesse contexto, as principais questões levantadas apontavam para a ineficiência da articulação de serviços e informações ao longo do Campus, assim como para a falta de um ambiente coletivo com funcionamento flexível, cuja administração fosse menos burocrática. Além disso, imersas em suas rotinas, muitas pessoas não pensam sobre o espaço no qual passam a maior parte do seu dia, cientes apenas de suas rotas diárias, construídas em função das salas de aula que frequentam. Ainda, a escolha do local de implantação da edificação deveu-se à proeminência dos elementos da paisagem natural circundante (vegetação e desníveis do terreno) e à sua posição estratégica, fazendo parte do trajeto de inúmeras pessoas.

Dessa forma, pretende-se, com a implantação do Espaço de Vivência UFMG, auxiliar a Universidade na distribuição de serviços e informações. Trata-se de um ponto de referência coletivo cuja principal premissa será sensibilizar as pessoas para uma dimensão humana que extrapole o universo acadêmico, valorizando, assim, aquilo que é inerente ao espaço público, ao lazer, ao ócio e à paisagem circundante.

planta a

#espaçodeconvivência #espaçopúblico #espaçopolivalente #espaçoflexível